Translate this Page
ONLINE
2


Partilhe esta Página


 


COMENTÁRIOS
COMENTÁRIOS

Ver Comentários  ::  Deixar Comentário


Comentários: 63   Páginas: 13                << Primeiro  |  < Atrás  |  1 2 3 4 5 6 7  |  Seguinte >  |  Último >>

Post 6 Inserido por Comentário:
Nome: Rodrigo Marques Silva
De: Viseu
Email: Contacto
Sr. Figueiredo.

Neste seu projeto reparo que na freguesia de Avelal há uma maior incidência de casas recuperadas e acredito que a maioria tenha sido com a sua participação. Sendo este projeto mais um a querer participar no desenvolvimento e repovoamento do concelho pergunto se há alguma razão especial para esse interesse em Avelal.

Sou mais um dos que aplaudem e lhe agradeço o seu trabalho de transformando ruínas em casas que trazem novos habitantes, infelizmente não posso aplaudir nem agradecer a quem terá esta obrigação.

Bem haja

Resposta do Administrador: Sr. Rodrigo

Na verdade das 26 casas recuperadas em Avelal, em algumas não tive qualquer participação e outras foram recuperadas apenas porque as que fiz motivou outros proprietários a faze-lo.
O haver um maior repovoamento em avelal, poderá dever-se a eu ter aqui recuperado uma casa para mim e estar mais presente neste local, o que terá proporcionado um maior contato com os moradores do local. Continuo disponível para contatos e dialogar com todos aqueles que dentro do concelho tenham casas em ruínas e queiram vender.
Meu contato 0351 966400012
Sobra as suas ultimas palavras, infelizmente a historia documenta que aqueles que abusando do populismo, se apregoam como os defensores empenhados no bem comum do “seu” espaço mas que receando perder o seu salário e as mordomias se negam a discutir as diretrizes do poder Central que como sabemos está a promover o despovoamento do interior.

Enquanto não aparecerem POLITICOS que poem o bem do povo acima das decisões e decretos do poder central (poder central que nada sabe das dificuldades de cada espaço/concelho), continuarei a não votar.

Quero aproveitar para recomendar àqueles que acedem a este site que o critiquem ou apresentem sugestões para o melhorar.

Um abraço
Adicionado: June 23, 2020 Responder a esta entrada  Apagar esta entrada  Ver IP
Post 7 Inserido por Comentário:
Nome: Antonio Guedes
De: Viseu
Email: Contacto
Sr. Figueiredo.

Reconheço o seu valor empreendedor e a sua entrega ao seu concelho.
No que escreve subentendo que o poder politico local não estará tão colaborante como o Sr. entende que deveria estar, por isso gostava que me respondesse a uma pergunta.

Se pudesse, qual seria a sua primeira ação para promover o desenvolvimento e repovoamento do seu concelho.

Resposta do Administrador: Boa tarde Sr. Guedes
Como resposta sintetizada digo "longe da vista longe do coração".

Produto "mono" fica guardado na cave e este concelho precisa de estar na montra principal do mundo.
Quem não defende este principio não está a lutar para o desenvolvimento e repovoamento do concelho.

Grato pelo seu contato se quiser fazer outras perguntas, irei responder se souber.

Um abraço
Adicionado: May 29, 2020 Responder a esta entrada  Apagar esta entrada  Ver IP
Post 8 Inserido por Comentário:
Nome: Armando Fonseca
De: Viseu
Email: Contacto
Sr. Figueiredo

Começo, como nascido neste distrito a reconhecer-lhe mérito por este projeto.

Conheci este projeto por um amigo que também lhe reconhece muito mérito.

Vi na Página Inicial que tem casas em venda, porque procuro uma casa para recuperar mas não nestas freguesias, pergunto se tem casas nestas condições na freguesia de Sátão.

Sugiro e desculpe o atrevimento, se este projeto não poderia ter um link no site da Câmara Municipal de Sátão, pois teria uma maior divulgação.

Cumprimentos

Resposta do Administrador: Sr. Fonseca

Começo por lhe agradecer o seu reconhecimento e a sua sugestão.

Sobre a sua pergunta.
Não tenho casas na freguesia de Sátão dentro do que procura nem de outras.
Conheço algumas casas para recuperar/reconstruir desde T0 a casas senhoriais em venda (não são minhas), mas nenhuma dentro da freguesia de Sátão.
Tenho para reconstruir 3 casas noutras freguesias.

Sobre a sua sugestão ‘o link inserido no site da CMSátão’, apresentei-a ao Sr. Presidente de então, Dr. Alexandre Vaz, que a desconsiderou.
Sobre este assunto continuo a entender que pôr em prática esta sugestão seria muito útil tanto para a CMSátão, como para este projeto.

Cordialmente
Adicionado: November 9, 2019 Responder a esta entrada  Apagar esta entrada  Ver IP
Post 9 Inserido por Comentário:
Nome: Assunção Figueiredo
De: Viseu
Email: Contacto
Sr. Abel Figueiredo

Como Satense por casamento, é com gosto que aqui vejo defendidos e apresentados muitos assuntos de interesse sobre o concelho de Sátão o que me leva a agradecer-lhe.

Refere que o CPA não defende os interesses do interior o que acredito, mas porque o desconheço pergunto se pode ser mais concreto.

Um abraço

Resposta do Administrador: Resposta do Administrador: Sr.ª Assunção

Agradeço o seu comentário onde mostra que os conteúdos e propósitos deste site lhe interessam (neste ano e até ao momento 23/08/2019 13:44m já foi 31.135 acedido).

Quando reconheço que o Código de Procedimento Administrativo não defende o interior, refiro-me particularmente à exigência de projetos para reconstrução e recuperação do tecido urbano construído em pedra granítica.

Defendo que para estas obras não deveriam ser exigidos projetos ((a sê-lo deveriam as respetivas câmaras (do interior) a custeá-los)), com a exigência de que as paredes visíveis fossem em pedra em mais que 75% da área de cada uma.
Vejo nesta solução a recuperação de vasto tecido urbano histórico abandonado ou em ruínas que iria promover o desenvolvimento e o repovoamento do interior.
Tenho nesta problemática alguns incentivos para apresentar a quem os queira ouvir, discutir e por em prática.

Cordialmente
Adicionado: August 23, 2019 Responder a esta entrada  Apagar esta entrada  Ver IP
Post 10 Inserido por Comentário:
Nome: Daniel Mendes
De: Viseu
Email: Contacto
Sr.

Reconheci em alguns parágrafos do conteúdo deste seu site algum desagrado com a Câmara Municipal de Sátão, porque entendo que neste trabalho mereceria ter recebido o maior apoio desta autarquia, pergunto onde se apoia neste seu desagrado.

Sei que pouco posso ajudar, mas estou disponível

D.Mendes

Resposta do Administrador: Sr. Daniel Mendes

Começo por agradecer o seu comentário e o seu interesse nesta problemática.

Infelizmente os distritos do interior e os seus concelhos deixam-se subjugar ao CPA (Código Procedimento Administrativo), criado e imposto por aqueles para quem Portugal é Lisboa e o resto paisagem, aceitam e ficam (de quatro) submissos a esta incompetência e prepotência à espera da reforma.

Tenho com esta preocupação apresentado vários desafios à politicagem em geral deste concelho, mas todos se acham mais que a ralé (ou como já referi subjugados a um poder que para o interior pouco defende) e nada querem ouvir, discutir ou se envolverem.

Como saberá no final da página inicial deste site apresento todas as entidades que reconheço terem dado o seu melhor nesta divulgação, infelizmente a CMSátão não está incluída, vamos lá saber porque?.

Proponho que aceda ao site da cmsátão para verificar que não há um único paragrafo a apresentar ou defender este projeto que trouxe 1,5% de população e onde já nasceram 9 crianças.

Um abraço
Adicionado: August 2, 2019 Responder a esta entrada  Apagar esta entrada  Ver IP

<< Primeiro  |  < Atrás  |  1 2 3 4 5 6 7  |  Seguinte >  |  Último >>